PALAVRA COM SENTIDO

PALAVRA COM SENTIDO

“… Expulsaram Jesus da cidade…” (Lucas 4, 29)
Os habitantes de Nazaré não foram capazes de ver para além dos laços de vizinhança, da familiaridade, do conhecimento superficial. Por isso, fecharam o coração a Jesus; apressaram-se nos juízos; expulsaram-no da cidade. Este acontecimento lembra as recusas do mundo em abrir o coração a Deus e à sua oferta de salvação. Não foram, somente, os nazarenos a recusar reconhecer Jesus como o Messias. Ainda hoje, há muita gente indiferente a Cristo, alheada da sua proposta de amor e de vida; ainda hoje, há muita gente que julga Jesus uma fantasia e uma crendice; ainda hoje, há muita gente que se arma contra Jesus e persegue a sua imagem em tantos cristãos maltratados, acusados injustamente, martirizados por causa da sua fé; ainda hoje, há muita gente que expulsa Jesus do seu coração e da sua vida. Num mundo que recusa a fonte do bem, do amor, da alegria e do perdão, como é possível não haver violência, vingança, ódio, tristeza, desilusão, morte? A vida, sem Deus, sem Jesus, sem o seu amor e a sua consolação, como poderá ter sentido? Infelizmente, também nós, que nos dizemos crentes, expulsamos Jesus da nossa vida, do nosso coração, das nossas decisões. E, pior ainda, sentimo-nos bem assim! Se, deliberadamente, nos afastamos de Cristo, como poderemos gritar pela sua ajuda?

domingo, 30 de janeiro de 2011

FESTA DAS BEM-AVENTURANÇAS




O grupo do 7º. Ano, da nossa catequese, celebrou hoje a sua Festa das Bem-aventuranças. Nesta celebração quiseram, publicamente, manifestar o seu desejo de assumir, com inteira disponibilidade de coração e de vida, os ensinamentos fundamentais da proposta de Jesus.

Tendo descoberto que viver o espírito das Bem-aventuranças implica:
- uma mudança radical de vida;
- dedicar-se, em atitude de serviço e de generosidade, ao bem dos outros;
- abrir o coração aos valores evangélicos da humildade, da paz, da justiça;
- estar na vida esforçando-se por manter um coração puro;
- aceitar a fé como um desafio de entrega confiada ao amor de Deus;
- mostrar, nas obras, que é Jesus a Luz do nosso caminho…
prometeram fazer tudo para dar testemunho de Jesus, em todos os momentos da sua vida, remando contra a corrente do mundo que valoriza o ter e menospreza a interioridade e o ser.