PALAVRA COM SENTIDO

PALAVRA COM SENTIDO

“…enchei-nos da vossa misericórdia…” (cf. Salmo 89)

Na sociedade de que fazemos parte, reina a indiferença e o egoísmo. É preocupante o espírito de descarte, de abandono, de exclusão. O bem individual está à frente do bem comum. A solidariedade reveste-se mais de fantasia do que de verdade. Neste contexto, a misericórdia é uma urgência a tocar a vida e os sentimentos de todos: coração aberto aos outros, atenção aos mais débeis e sós, partilha de presença e de vida, exigência de caridade fraterna, compreensão diante da fragilidade e do pecado. Pedindo o dom da misericórdia, os crentes querem encher-se da graça de Deus que acolhe, que ama, que perdoa, que consola, que eleva e salva. Encher-se de misericórdia é expressar, em gestos de proximidade e de amor, o bem que vem de Deus e que, no coração humano, se transforma em dádiva de vida. “Enchei-nos, Senhor, da vossa misericórdia” para que sejamos, entre os nossos irmãos, uma fonte de alegria, de paz, de ternura e de esperança.

segunda-feira, 10 de abril de 2017

EM DESTAQUE


- PÁSCOA DO SENHOR JESUS


A Igreja Católica celebra, todos os anos, a Festa da Páscoa, considerada a mais importante de todas as festas do seu calendário litúrgico. A Igreja celebra a vitória de Jesus Cristo sobre o pecado e sobre a morte.
Páscoa quer dizer ‘passagem’. Para o povo hebreu, a páscoa significou o fim da escravidão do Egipto e o início da libertação, marcada pela passagem misteriosa de Deus pela terra do Egipto e pelo meio do seu povo e pela travessia do Mar Vermelho, que se abriu, dando passagem ao povo de Deus, conduzido Moisés. De igual modo, para nós, os cristãos, a Páscoa é a memória da Ressurreição de Cristo e o sinal da passagem de uma vida de pecado para uma vida nova, que nos leve a viver segundo o Espírito de Deus, pondo em prática a mensagem de Jesus e amando os outros com verdade e caridade. O momento mais significativo da celebração da Páscoa é a celebração da Vigília Pascal, na noite de Sábado Santo, na qual se acende e abençoa o ‘lume novo’ e dele se acende o Círio Pascal, que permanecerá aceso, nas Igrejas, durante todo o Tempo Pascal, como expressão da Luz de Cristo, que ilumina as nossas vidas.

- ORAÇÃO DA PÁSCOA 2017


Senhor Jesus Ressuscitado:
Tu és a fonte da alegria e da esperança.
Em Ti, percebemos a grandeza do amor do Pai
que nos acolhe, perdoa e enche de ternura.
Dá-nos o Teu Espírito consolador
para que a nossa vida seja fiel, santa, alegre e exemplar.
Não nos deixes abater pela dúvida,
pelo medo ou pelas dificuldades da vida presente.
Ilumina o nosso caminho, guia os nossos passos,
para nos tornarmos peregrinos das fontes da alegria.
Pela alegria da Tua Páscoa, páscoa da vida e do mundo,
abençoa a nossa casa; protege a nossa família;
cuida dos nossos doentes e idosos
e defende as crianças e os jovens dos perigos e do mal.
Senhor Jesus Ressuscitado:
Por intercessão de Maria, a Senhora da Alegria,
concede-nos o dom da paz, da bondade e da misericórdia,
para que o nosso testemunho
ajude a construir uma terra mais feliz.
Amém.

- CELEBRAÇÕES DO TRÍDUO PASCAL


- QUINTA-FEIRA SANTA: na Igreja da Misericórdia, às 20,30 h. – CELEBRAÇÃO DA CEIA DO SENHOR. No fim da Missa, far-se-á a Procissão das Endoenças ou do Triunfo.
- SEXTA-FEIRA SANTA: na Igreja Matriz, às 19,00 h. – CELEBRAÇÃO DA PAIXÃO DO SENHOR. Um dos momentos mais significativos desta celebração é a ADORAÇÃO DA CRUZ.

- SÁBADO SANTO: na Igreja Matriz, às 20,30 h. – CELEBRAÇÃO DA VIGÍLIA PASCAL.

- DOMINGO DE PÁSCOA: na Igreja Matriz, às 8,00 e às 19,00 h. – CELEBRAÇÃO DA RESSURREIÇÃO DO SENHOR.

- VISITA PASCAL



Como é habitual, na Paróquia de Santa Maria da Feira, no Domingo de Páscoa e na Segunda-Feira de Páscoa, far-se-á a Visita Pascal. Uma tradição muito antiga que leva o Compasso a todas as famílias que o desejarem receber. Com a Cruz florida, anuncia-se a Ressurreição de Cristo como fonte da nossa alegria e da nossa esperança. Os itinerários são os do costume.