PALAVRA COM SENTIDO

PALAVRA COM SENTIDO

“…tinham discutido uns com os outros sobre qual deles era o maior…” (cf. Marcos 9, 34)

Hoje, como no tempo de Jesus, vivemos a mentalidade e a ânsia do poder, do domínio, da grandeza, da mediatização a todo o custo. O que importa é aparecer, dar nas vistas, ser reconhecido, ocupar páginas nos jornais, ser referido nos telejornais da ‘hora nobre’. Os cristãos, muitas vezes, deixam-se dominar por estes apetites, sentimentos que têm a marca da mundanidade. Mas, o apelo de Cristo é bem diferente: a grandeza, a projecção, a importância advêm do amor aos outros; do serviço, simples e humilde, aos mais necessitados; do repartir a vida em gestos de caridade; do semear a concórdia e a serenidade nos ambientes, algumas vezes, hostis à fé; do acolher, com esperança e alegria, o misterioso desígnio de Deus para cada um; do saber encontrar no Evangelho a fonte da felicidade e da vida verdadeira. Aos olhos de Deus, quem quiser ser grande, faça-se servidor; quem quiser ser o primeiro faça-se o último. Seremos os ‘maiores’ no amor, na santidade, no perdão, na busca do bem comum, na construção da fraternidade.

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

EM DESTAQUE


*CELEBRAÇÃO DE TODOS OS SANTOS
E COMEMORAÇÃO DOS FIÉIS DEFUNTOS

No dia 1 de Novembro, a Igreja celebra a Solenidade de Todos os Santos. Nesta festa católica lembra-se todos quantos se encontram na glória de Deus, participando da sua festa, da sua alegria e da sua eternidade.
No dia 2 de Novembro, a Igreja faz a comemoração de todos os Fiéis Defuntos, rezando por todos os que já partiram para o Pai, na fidelidade ao seu amor e na esperança da ressurreição. Pelo facto de não ser feriado, a tradição da maior parte das paróquias aproveita o dia de Todos os Santos para fazer a memória dos seus fiéis defuntos com romagens aos cemitérios.
Na Paróquia da Feira, a celebração de Todos os Santos far-se-á na Missa Vespertina de Terça-Feira, às 18 horas, e nas Missas do dia 1 de Novembro, às 8 e 15 horas. No final da missa da tarde, faz-se a peregrinação ao cemitério, em oração por todos os defuntos.


*MUDANÇA DA HORA

Com a entrada em vigor da alteração da hora, são alterados os horários das celebrações eucarísticas, na Igreja Matriz. Assim, no Domingo à tarde, na Terça-Feira e na Sexta-Feira, a Eucaristia será às 18 horas; no Sábado mantém-se o horário: 18,30 horas.
Qualquer alteração será, atempadamente, anunciada.